Polícia quer saber onde foi parar a cabeça de presidiário decapitado na quinta

O corpo de Antônio foi encontrado sem a cabeça em um terreno baldio
Onde estará a cabeça do presidiário Antônio Fábio de Almeida Silva, 24 anos? Seu corpo foi encontrado por populares abandonado em um terreno baldio de Várzea Grande/MT na noite de quinta-feira, 28, com as pernas amarradas, usando tornozeleira eletrônica e sem a cabeça.

Policiais acionados compareceram ao local e o corpo do presidiário foi reconhecido pelos familiares, que informaram o desaparecimento da vítima desde o dia anterior. Antônio cumpria pena em Amamabai/MS por tráfico de drogas, mas estava em liberdade condicional.

Várias buscas foram realizadas na região, mas os policiais não conseguiram encontrar a cabeça de Antônio e acreditam que ela tenha sido levada pelos bandidos para comprovar ao mandante que o crime foi concretizado com sucesso. Mesmo assim, as buscas continuam.

Antonio perdeu literalmente a cabeça
Além de não saber do paradeiro da cabeça da vítima, os policiais não sabem também quais os motivos da execução. Os familiares de Fábio também não acrescentaram nada às investigações. Apenas afirmaram que ele era natural de Porto Velho e que estava na cidade em visita a parentes.

O delegado responsável pelas investigações informou à imprensa que as buscas vão continuar até que a cabeça de Fábio seja localizada. Ele aproveitou para pedir à população que encaminhe à polícia quaisquer pistas possíveis. O crime chocou os moradores em virtude da violência.


Comentários

Enquete

Quem mente mais, o homem ou a mulher?
O homem
A mulher
Os dois mentem igual
Nenhum dos dois
Não sei dizer
Votar
resultado parcial...

Anúncios