Baixista do Bloco AfroReggae é assaltado mesmo depois de morrer eletrocutado

Davi Lannes morreu assim que tomou o choque
O Rio de Janeiro é uma cidade tão perigosa, que nem os mortos escapam de serem assaltados. Tanto é que o baixista Davi Lannes, do Bloco AfroReggae, além de morrer eletrocutado ao encostar em um poste de iluminação no centro da cidade, ainda teve seus pertences levados por bandidos.

Davi estava voltando para casa na madrugada de terça-feira, 06, depois de uma apresentação na Lapa, no centro do rio, quando ao passar pela área da Central do Brasil, encostou em um poste e levou um violento choque. Em virtude da forte descarga elétrica, a vítima já caiu morta no chão.

Vários curiosos se aproximaram para saber o que havia acontecido e, dentre os curiosos, apareceram também ladrões que levaram a carteira e os celulares da vitima. Davi chegou a ser levado ao Hospital Municipal Salgado Filho, no Meyer, pelos bombeiros, mas já estava morto.

Carlla Oliveira, mulher do cantor, reclamou de dificuldades para liberar o corpo do marido do IML e os membros do grupo pediram ajuda financeira na rede social para o sepultamento do músico. O velório está marcado para esta quinta-feira, 08, no Cemitério Campo Grande, na Zona Oeste do Rio.


Comentários