Coisa tá tensa. Policial tenta roubar celular de mulher e é linchado por populares

Centro de Belo Horizonte foi palco para crime inesperado

A insegurança do cidadão é tanta, que até aqueles que são pagos para defendê-lo, estão fazendo o contrário. A prova disso aconteceu em Belo Horizonte/MG, onde um Policial Militar foi linchado por populares, depois de tentar roubar um celular de uma mulher no centro da cidade.

O referido policial, que é lotado no 5º BPM/BH, e cujo nome não foi divulgado pela corporação, foi preso em flagrante, depois de tentar roubar o celular de uma mulher na tarde de domingo. Ao notar o que estava acontecendo, populares lincharam o criminoso, que foi socorrido a um hospital.

O PM estava caído no cruzamento das ruas Araguari e Tupis, no centro, com a cabeça sangrando. Testemunhas disseram que ele, armado, tentou roubar o celular de uma mulher, mas foi perseguido, alcançado e linchado por populares no cruzamento da Rua dos Goitacazes com Avenida Bias Fortes.

Levado a um hospital de BH por militares, o criminoso ficou internado sob escolta policial. Em seu poder foi encontrada uma réplica de arma de fogo. A Polícia Militar não confirmou que o criminoso era da corporação, mas a Polícia Civil confirmou que era, sim, policial militar.

Segundo a vítima, de 23 anos, ao voltar do trabalho um homem correu atrás dela pedindo o celular, caso contrário seria morta. “Deixei o celular próximo a uma parede e o criminoso pegou, mas em seguida o jogou no meio da rua. Foi quando corri para dentro do prédio onde moro”, disse a vítima.

O pai da vítima buscou o celular na rua e ela afirma que nem chegou a ver o que aconteceu com o assaltante. Ao ser preso o policial bandido ameaçou a vítima, dizendo “a sua vida está acabada. Você está morta, eu vou atrás da sua família”. Em vista disso ela pede proteção à polícia.


Comentários