Ex-presidiário que tinha virado evangélico é executado a tiros dentro de igreja

Jailson (no destaque) foi morto dentro da igreja quando assistia ao culto
O culto transcorria na maior tranquilidade em Igreja Batista Nacional, no Bairro Jardim Canaã, em Arenápolis, no Mato Grosso, quando um homem de capacete invadiu o templo armado e efetuou vários disparos contra o ex-presidiário Jailson Alves de Souza, 43 anos, que morreu no local.

O crime aconteceu na quarta-feira, 07 e, segundo a polícia, testemunhas contaram que a igreja estava cheia, quando um homem usando capacete entrou, aproximou-se de Jailson e efetuou dois disparos contra ele. A vítima caiu de joelhos, mas levantou e foi em direção ao atirador.

Ao ver que Jailson se aproximava, o criminoso efetuou outros disparos contra ele e fugiu em uma moto juntamente com outro indivíduo que ficou do lado de fora dando cobertura. Quando os policiais chegaram ao local o corpo da vítima já tinha sido levado para a casa da mãe dele, ao lado da igreja.

Jailson tinha várias passagens pela polícia por envolvimento no homicídio de uma mulher e por prática de roubos. Inclusive tinha deixado a prisão em dezembro do ano passado. Segundo os policiais que apuram o caso, Jailson, que decidiu virar evangélico, tinha várias desavenças na cidade.

O delegado que preside o inquérito disse que não há nenhum suspeito para o crime, até porque, segundo ele, pelo seu histórico, Jailson tinha muitos inimigos e várias pessoas que podem ter dado cabo de sua vida. De qualquer forma o inquérito foi instaurado e o delegado espera prender o criminoso.


Comentários