Descaso na saúde. Médico engessa paciente por cima da roupa e causa revolta

Irresponsabilidade médica gera revolta nas pessoas

Um exemplo de péssimo profissional, desrespeito ao ser humano e descaso com a saúde vem de uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Belo Horizonte/MG, onde um médico engessou o braço de um cidadão por cima da camisa, gerando revolta nas pessoas.

O fato aconteceu na manhã desta sexta-feira, 27, quando um homem de 61 anos, cujo nome não foi divulgado, ao ser atendido na UPA teve toda a parte inferior do tronco e o ombro direito engessados por cima da camisa, deixando apenas a mão dele de fora.

Revoltadas com o acontecimento, duas mulheres gravaram um vídeo denunciando o desrespeito ao aposentado, e a Secretaria Municipal de Saúde, como sempre ocorre nesses casos, tentou amenizar a irresponsabilidade do médico, dando uma desculpa nada convincente.

Segundo informaram, “o paciente passou por um procedimento de imobilização temporária, e depois disso foi submetido a outro exame de Raios-X e recebeu outro tipo de mobilização”. Informaram, ainda, que foi instaurado um processo administrativo para apurar o caso.

Na realidade, o que ocorreu foi bem diferente do relatado pela Secretaria. Tendo em vista que o vídeo viralizou nas redes sociais, médicos da unidade de saúde foram à residência do idoso e o encaminharam a UPA novamente, onde o gesso foi retirado e o paciente aguarda a cirurgia.

Clic no link para assistir o vídeo gravado por duas mulheres, que ficaram revoltadas com a irresponsabilidade do médico que engessou o idoso.

Comentários

Enquete

O que faz mais falta no país?
Saúde
Segurança
Educação
Não sabe
Tanto faz
Votar
resultado parcial...

Anúncios