Cantor gospel não faz show em homenagem às mães por causa de 900 reais

Cantor gospel Jota Neto irrita fãs que prometem quebrar seus discos

O cantor gospel Jota Neto ao que parece dá mais valor ao dinheiro, que louvar a Deus. Tanto é que ele se negou a subir ao palco na cidade de Alto do Rodrigues, no interior do Rio Grande do Norte, na noite de sexta-feira, 11, por faltar R$ 900,00 no cachê combinado.

Jota Neto se apresentaria em um evento em homenagem ao Dia das Mães promovido por uma lanchonete local. O preço cobrado por ele para se apresentar no local era R$ 5 mil, sendo R$ 4.100,00 pagos à vista e os outros R$ 900,00 seriam pagos no local, antes de começar o show.

Como apenas 100 pessoas compareceram ao evento, Wellington Souza, que estava promovendo a homenagem, não conseguiu arrecadar o restante do valor. Em vista disso e por ter pouca plateia, o cantor gospel se recusou a se apresentar, causando revolta nos presentes.

Diante do estrelismo de Jota Neto, o idealizador do evento subiu ao palco e explicou o motivo pelo qual o cantor não se apresentaria. Ele explicou que já tinha pagado 90% do valor, além de gastar muito com alimentação, passagens aéreas, táxi, hotel e mesmo assim o cantor fez a desfeita.

Em solidariedade a Wellington, as pessoas presentes subiram ao palco e prometeram quebrar os discos de Jota Neto, que guardavam com carinho e zelo. Disseram, ainda, que a partir daquele momento dariam início a uma campanha contra o cantor, por sua crise de estrelismo.

Os demais cantores que fariam participações secundárias se apresentaram normalmente e garantiram o sucesso do evento. De acordo com alguns participantes, o cantor Jota Neto nem fez falta. “Divertimos-nos com nossas mães e esposas e nem lembramos que ele existe”, disse um ex-fã.

Essa não é a primeira vez que Jota Neto dá piti e se nega a fazer show. Recentemente ele deixou de cumprir uma agenda porque estava embriagado, e em junho de 2015 não fez o show contratado pela Igreja Batista Missionária por causa de um acidente de moto ocorrido nas proximidades.

Comentários