Legítima defesa. Mulher reage ao ser agredida a golpes de foice e mata o marido

Rua onde aconteceu o crime

Uma discussão envolvendo um casal por volta das 22h15m de quarta-feira, 02, terminou em tragédia. A mulher, identificada como Elis Cristina Ferreira, 35 anos, matou a facada o marido Fabrício Alves de Oliveira, 31 anos depois de ele a agredir com uma foice.

O crime aconteceu em Mateus Leme, na Região Metropolitana de Belo Horizonte/MG, na frente das filhas menores. Elis disse à polícia, que Fabrício estava bêbado e começou a usar maconha e crack na frente das filhas de um e três anos. Ela pediu para ele parar e teve início a discussão.

“Ao chegarmos a casa, ele foi para a cozinha usar as drogas. Para proteger minhas filhas pedi a ele para não fazer uso daquelas porcarias perto delas e ele reagiu, me agredindo fisicamente com socos e chutes. Em seguida pegou uma foice e me golpeou duas vezes”, contou Elis à polícia.

Depois de atingir a mulher na mão e na cabeça com a foice, Fabrício tentou esfaqueá-la, mas Elis reagiu e o derrubou. A faca caiu e ela se apossou da arma, atingindo-o na clavícula. Fabrício morreu na hora e Elis foi socorrida ao Upa de Mateus Leme e depois conduzida ao Plantão Policial de Betim.

Depois de prestar depoimento Elis Cristina foi liberada, pois o delegado de plantão entendeu que ela agiu em legítima defesa. Na manhã desta quinta-feira, 03, o caso foi transferido para a Delegacia de Polícia de Mateus Leme e o delegado André Luiz Cândido comandará as investigações.

Comentários

Enquete

Quem mente mais, o homem ou a mulher?
O homem
A mulher
Os dois mentem igual
Nenhum dos dois
Não sei dizer
Votar
resultado parcial...

Anúncios