Facção manda Cagão pro além por ele chamar atenção da polícia para o bairro

Policiais recolhem o corpo de Cagão

Membros da facção FDN (Família do Norte) mataram com dois tiros Alexandre Alves da Silva, 23 anos, conhecido como Cagão, integrante da facção CV (Comando Vermelho). O crime, que foi filmado pelos executores, aconteceu na manhã desta terça-feira, 31, em um terreno baldio de Iranduba/AM.

Policiais da 8ª Companhia Independente da Polícia Militar disseram que apesar do apelido, Alexandre não era o perigoso bandido procurado pela polícia. Ele trabalhava no serviço de coleta de lixo e vivia praticando pequenos roubos. Seu último ato foi um arrastão em um hospital da cidade.

Os executores do assassinato gravaram um vídeo em que exaltavam a facção a que pertencem e deixaram claro que Cagão estava sendo morto, porque tinha intensificado a presença da polícia no bairro ao praticar uma série de crimes contra pessoas, inclusive arrastões.

O assassinato está sendo investigado pela 31ª DIP (Delegacia Interativa de Polícia) do Município, que já identificou os bandidos e oferece recompensa por informações que possam levar ao paradeiro do grupo. Cagão foi encaminhado ao IML e depois liberado para sepultamento.



Comentários