Assassino cruel. Vereador monstro é capturado na casa de parentes em Itaipava

Sincero estava foragido desde maio

Sincero Ramos de Morais, 39 anos, vereador de Peçanha/MG, foi preso na manhã deste sábado, 04, em Itaipava/RJ. Ele matou a tiros a ex-namorada Aline Aparecida de Souza, 33 anos, e o pai dela, Afonso Vilela de Souza, 62 anos, na casa da família, no Bairro Taquaral, em maio último.

As vítimas foram mortas na frente da filha dele com Aline, de apenas um ano de idade. A prisão do vereador homicida foi efetuada por policiais da DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense) na casa de familiares, onde estava escondido desde que praticou o crime.

No dia do crime, Sincero foi até a casa da ex-namorada e pediu para ver a filha e foi impedido pela avó materna. Inconformado, Sincero entrou à força na residência e pegou a menina. Houve discussão e o vereador, que estava armado, disparou quatro vezes contra Afonso.

Aline correu até a sala e ao abaixar próximo ao corpo do pai, foi atingida por cinco disparos. Sincero fugiu da cidade em um carro com placa de Belo Horizonte. Na ocasião, a mãe de Aline disse à polícia que Sincero já havia ameaçado de morte Aline e a família.

O delegado Daniel Rosa, titular da DHBF, não disse quando o vereador assassino será encaminhado ao Município mineiro. Sincero foi reeleito em 2016 com 356 votos pela coligação “Para Peçanha continuar seguindo em frente”, formada pelo PT do B, PTC e DEM.



Comentários