Surpresa desagradável. Mãe encontra a filha morta sem roupas e com sinais de estrangulamento

Camila foi encontrada morta pela mãe

Sem roupas, com marca de estrangulamento e golpes no rosto. Assim foi encontrado pela mãe o corpo de Camila Fernandes Gonçalves da Silva, 30 anos, na quinta-feira, 14, dentro da casa onde vivia, na Comunidade Curral das Éguas, em Magalhães Bastos, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

A polícia acredita que o crime tenha sido praticado pelo companheiro dela, cujo nome não foi divulgado, mas se sabe que se trata de um conhecido traficante daquela localidade. Camila, segundo seus familiares, estava convivendo com o provável assassino há pouco menos de três meses. Ele está sendo procurado.

Renan Fernandes, irmão da vítima, contou que ultimamente Camila apresentava comportamento diferente. “Ela era muito comunicativa, falava com os vizinhos sempre, mas ultimamente estava meio fechada. Parou de conversar com alguns amigos por causa do ciúme excessivo do namorado”, disse Renan.

Segundo ele, a família não conhecia o namorado de Camila, cuja casa onde ela residia e onde foi encontrado seu corpo, fica próximo à residência da família e era alugada pelo namorado dela, que não foi encontrado no local. A mãe de Camila, ao encontrá-la morta, passou mal e foi socorrida a uma Unidade de Saúde.

O casal foi visto por vizinhos no dia anterior conversando no portão da casa até uma hora. No dia seguinte, a família estranhou de ela não ter ido buscar a filha Larissa, 06 anos, na escola, como fazia todos os dias. A mãe foi até a casa da vítima buscar informações e encontrou as portas destrancadas e a filha morta.






Comentários