Comunidade reage e pede à Viação Pretti redução da tarifa por pequeno percurso

Água Doce do Norte (Foto: reprodução)

O presidente da AMAVA (Associação de Moradores e Agricultores de Vila Augusto), Adeir Tavares, entregará ao diretor executivo da Viação Pretti na terça-feira, 14, um ofício e um abaixo-assinado, por meio do qual a comunidade solicita a redução do valor da tarifa cobrada entre Vila Augusto e Água Doce do Norte/ES.

A comunidade localizada nas proximidades do KM 784 da ES-080, cerca de três quilômetros da sede do Município, concentra grande número de moradores que fazem uso do meio de transporte da localidade até Água Doce do Norte diariamente para trabalhar, fazer compras, estudar etc.
Parte do abaixo-assinado da comunidade
Apesar do espaço tão curto, o valor de R$ 2,90 cobrado de Água Doce do Norte a Vila Augusto é o mesmo cobrado até Distrito de Governador Lindenberg, conhecido como Rio Preto. “Essa cobrança por um percurso tão pequeno, pouco mais de três quilômetros, se torna onerosa”, explica o presidente da Associação.

A comunidade reconhece que a utilização do transporte é de extrema utilidade para todos os moradores, mas destaca que o valor pago se torna inviável em comparação a distância percorrida, pois o usuário utiliza apenas 16% do percurso cobrado. E é justamente essa desproporção que a Associação tenta reverter.

Podem dizer que o valor de R$ 2,90 não é muita coisa, mas para nós significa muito, pois fazemos uso do transporte todos os dias e não é justo que tenhamos que pagar o mesmo preço de quem faz todo o percurso”, disse um morador do local, ressaltando que espera que a empresa atenda a reivindicação da comunidade.








Comentários