quarta-feira, 21 de agosto de 2019


As festas promovidas pela 5º Subseção são sempre animadas
É amanhã o grande dia da Festa do Advogado que será realizada pela 5ª Subseção da OAB/ES, que abrange as comarcas de Barra de São Francisco, Águia Branca, Água Doce do Norte, Mantenópolis e Ecoporanga, e tem como presidente o advogado e procurador municipal, Raony Fonseca Scheffer.

Embalada pelos cantores André Moura e João Lucas & Bryan, a festa iniciará as 21h, e será no Cerimonial Queila Farias, que fica na Avenida Jones dos Santos Neves, no Bairro Irmãos Fernandes. O presidente Raony Scheffer está confiante de que essa festa superará a do ano passado, que também foi ótima.


É sempre bom lembrar, que a Festa Anual do Advogado, conforme afirma o advogado Raony Fonseca Scheffer, “é um importante momento de interação social e integração entre a classe”. O presidente da OAB Regional acrescenta que quem já participou pôde vivenciar uma experiência diferente.

O menu da festa é de dar água na boca e haverá bebidas para todos os gostos, inclusive chope. Ingressos ainda podem ser adquiridos na sede da 5ª Subseção, no 4º andar do prédio 155, na Rua Wantuil Fagundes, Centro, ou na Sala de Apoio do Fórum Danton Bastos, com as respectivas atendentes.


                        



terça-feira, 20 de agosto de 2019

Raony, presidente da 5ª Subseção da OAB/ES na Audiência Pública
O presidente da 5ª Subseção da OAB/ES, Raony Fonseca Scheffer Pereira, participou da Audiência Pública para discutir o descumprimento do contrato de concessão da BR 101, que teve início a partir das 14h30m, na Câmara dos Deputados, em Brasília/DF, da qual também participaram várias autoridades.

Também foram convidados a participar do evento o presidente da OAB/ES, José Carlos Risk, o secretário de Fiscalização de Infraestrutura de Rodovias do TCU, Luiz Fernando Ururahy de Souza, e o diretor-superintendente da Concessionária Eco 101, Jeancarlo Mezzomo.

                                         
Raony representando OAB francisquense em Brasília
Durante a Audiência Pública, Raony falou a respeito da ACP (Ação Civil Pública) em relação ao contrato da Eco 101, que tem por objetivo impedir os aumentos das tarifas/pedágios em decorrência da prestação inadequada e deficiente do serviço, no cumprimento contratual da empresa.

Vale lembrar que a prestação de serviço ineficiente por parte da Concessionária tem sido motivo de constantes reclamações no Estado, sendo o deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD), um dos mais entusiastas na luta contra a empresa que administra um trecho da BR-101.






segunda-feira, 19 de agosto de 2019

O crime bárbaro chamou a atenção da vizinhança
Segundo um velho ditado, “em briga de marido e mulher não se mete a colher”. Isso ficou novamente provado no domingo, 18, quando um homem, cujo nome ainda não foi divulgado, tentou separar a briga de um casal de vizinhos e acabou sendo morto a facãozadas, e ainda teve o corpo queimado.

O crime aconteceu no Povoado de Cerradão, na zona rural de Barreiras, no Oeste da Bahia e segundo a polícia, Alexandre Araújo dos Santos, 20 anos, feriu com um golpe de facão Geiciane de Jesus Souza, 28 anos. Ao ver o que estava acontecendo, o vizinho foi até o local tentar acabar com a briga.

Policiais estiveram no local para registrar o fato
Ao tentar ajudar a mulher, ele foi atingido por um golpe de facão e morreu na hora. Em seguida Alexandre pegou um colchão, colocou por cima do corpo e ateou fogo em seguida e depois fugiu do local utilizando uma moto roubada. O corpo do vizinho foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica.

Quanto a Geiciane, ela foi levada para uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da cidade, mas em decorrência da gravidade dos ferimentos, ela foi transferida para o Hospital do Oeste e não há informações sobre o seu estado de saúde. O crime está sendo investigado pela delegacia de polícia local.






domingo, 18 de agosto de 2019

Em Mantena motoqueiro barulhento não tem vez

Barra de São Francisco, no Noroeste do Espírito Santo, é sem nenhuma sombra de dúvida a cidade mais barulhenta do Estado. Motoqueiros irresponsáveis incomodam todo mundo com suas motos barulhentas, muitos ainda fazem empinamento dos veículos e a polícia local finge que nada vê.

Que mora no centro da cidade sofre com o barulho infernal de motos e de carros com sons altos, em desrespeito à Resolução Contran nº 624/16, que em seu artigo 1º diz que a infração será aplicada ao condutor se o som do automóvel for audível no lado externo e se gerar perturbação ao sossego público.

Veículos com sons muito altos, conduzidos por pessoas desequilibradas, que deveriam ser banidas do convívio social, percorrem às avenidas da cidade durante a noite, incomodando todo mundo, principalmente crianças e idosos, os mais prejudicados com esse desrespeito que não é punido pela polícia.

Mas o que mais prejudica o cidadão francisquense são as motos barulhentas. Elas são tão irritantes, que muitos gostariam de poder derrubar o motoqueiro com um tiro de canhão. As reclamações, que são inúmeras, não encontram eco nas autoridades, que a tudo vê sem tomar quaisquer providências.


No caso dos motoqueiros, segundo várias reclamações, quando o policial é solicitado a tomar uma providência, vem com a resposta já manjada de que nada podem fazer, porque não existem pátios, que foram extintos por causa do deputado Enivaldo dos Anjos em virtude da CPI da Máfia do Guincho.

“Os policiais estão deixando de trabalhar e usando como desculpa a atuação do deputado, que tirou de circulação vários bandidos, muitos deles PMs reformados, que chefiavam uma máfia, penalizando os motoristas e motoqueiros que tinham seus veículos apreendidos”, disse José Antônio Lopes.

Ele acrescenta que Barra de São Francisco é a única cidade do Estado em que policiais fazem corpo mole para não autuar esses motoqueiros irregulares. “Em outras cidades o policial não dá trégua a esses malditos motoqueiros, que quando são pegos, têm que trocar o equipamento no meio da rua”.

“Esperamos que a polícia faça seu trabalho e puna esses irresponsáveis, sem ficar inventando história de que deputado acabou com pátios. Quem tem que construir pátio é o Estado, por meio do Detran. Vamos parar com essa preguiça e trabalhar. É para isso que pagamos eles”, finaliza José Antônio.

“A quantidade de babacas que acabam com o escapamento da moto achando que está chamando atenção não tem limites. E tudo isso acontece graças à ineficiência da polícia, que faz de conta que não vê o que está acontecendo”, afirma Afrânio Dias Cruz, concordando com José Antônio Lopes.





sexta-feira, 16 de agosto de 2019

Delegacia de Polícia de Santa Luzia investiga a invasão do fórum
A ousadia dos criminosos não tem limites. Prova disso é a invasão do Fórum do Município de Santa Luzia do Pará, situado no Nordeste do Estado, ocorrido às 15h30m de quarta-feira, 14, por um grupo de homens armado. No local havia apenas três serventuários, que foram facilmente rendidos e amarrados. 

Os criminosos, que estavam em busca de um processo envolvendo um dos integrantes do bando, obrigaram os funcionários a dizer onde estavam as armas apreendidas e os documentos do fórum. Em seguida, os bandidos abandonaram o local levando cerca de 20 armas de fogo e o processo que procuravam. 

Como não havia audiências naquele dia, o local estava com pouca movimentação, o que facilitou a ação dos bandidos audaciosos. Eles chegaram como qualquer cidadão e depois que estavam no interior do prédio, sacaram das armas e renderam os serventuários. Pegos de surpresa, não houve reação e ninguém se feriu. 


Sindju-PA (Sindicato dos Funcionários do Poder Judiciário do Estado do Pará Pará) lamentou o caso em nota enviada à imprensa e informou que já havia protocolado um ofício junto ao Tribunal de Justiça do Pará solicitando providências e apresentando solução para o problema da custódia das armas. 

Informou, ainda, o sindicato, que está tomando as providências judiciais necessárias junto ao CNJ (Conselho Nacional de Justiça), com objetivo de garantir a segurança por parte do TJPA do seu quadro de servidores. A Polícia Civil esclareceu que está investigando o caso, mas que até o momento ninguém foi preso pelo crime. 
                    
       
                                                                                                 

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Toda droga localizada no local foi destruída
Cerca de 115 mil pés de maconha plantados em um terreno no Município de Macureré, no Norte da Bahia, foram localizados pela polícia na tarde de quarta-feira, 14, com o uso de um drone. A descoberta está sendo considerada uma das maiores nos últimos anos e será um duro golpe no tráfico de drogas.

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública da Bahia, a ação dos policiais de Operações Rurais teve início a partir de uma denúncia anônima. Com o uso de drones eles confirmaram o plantio ilegal e se dirigiram ao local, mas não encontraram ninguém no local, razão pela qual não houve prisões.

O acampamento dos criminosos também foi destruído
A maconha geraria 40 toneladas de drogas
Os pés de maconha e os acampamentos utilizados pelos criminosos que tomavam conta da plantação foram destruídos. Roupas, alimentos e uma amostra da erva foram apreendidos pelos policiais, que fizeram buscas pela região, mas não conseguiram encontrar nenhum dos criminosos.

A Delegacia Territorial de Chorrochó, cidade vizinha a Macureré, registrou o flagrante e já iniciou as investigações no sentido de descobrir os autores do plantio, bem como para apurar se o dono das terras tem envolvimento. Os 115 mil pés de maconha destruídos renderiam cerca de 40 toneladas da erva.
                                                                                          






Postagens mais antigas Página inicial