terça-feira, 23 de abril de 2019

Traficante de alta periculosidade se envolve em briga na praça e morre esfaqueado

Traficante Panelão levou a pior numa briga

Considerado de alta periculosidade, o traficante Mário Sérgio Arias, 62 anos, foi morto na tarde de domingo, 21, depois de levar uma facada e ser socorrido ao Hospital Wenceslau Braz, no Paraná. Testemunhas informaram que a facada foi desferida por um indivíduo conhecido por Ninjinha.

Segundo a polícia, Mário Sérgio, que era conhecido pelo vulgo de Panelão, estava na praça central de São José de Boa Vista, quando se envolveu em uma briga de rua e acabou sendo esfaqueado. Ele procurou atendimento na cidade vizinha, mas apesar do socorro médico não resistiu.

Durante a briga houve outro ferido cujo nome não foi divulgado pela polícia, mas que sobreviveu. Depois de cinco anos foragido, Panelão foi preso pela última vez em dezembro de 2017, em Londrina, Ele respondia a vários processos em São Paulo, Espírito Santo e Mato Grosso do Sul.

Panelão, que também era acusado de ter matado sete policiais militares, foi apontado como chefe de uma quadrilha que chegou a movimentar uma tonelada de cocaína ao mês. Um Inquérito foi instaurado pela Polícia Civil para apurar a autoria do homicídio e Ninjinha está sendo caçado.

De acordo com a polícia, o traficante Panelão foi golpeado do lado direito do peito e o ferimento chegou a atingir veias do coração, provocando sua morte. Seu corpo foi conduzido ao IML (Instituto Médico Legal), também em Wenceslau Braz, onde foi periciado e liberado para sepultamento.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial