quinta-feira, 29 de agosto de 2019

Batman é condenado a mais de 13 anos de prisão por estuprar uma adolescente

Valdemar Queiroz se fantasiava de Batman

Os super-heróis não estão dando muita sorte no Brasil. No final de semana o Homem de Ferro foi parado em uma blitz da Lei Seca e teve que soprar o bafômetro, que deu negativo, mas não estava portando a Carteira Nacional de Habilitação e os documentos da moto estavam vencidos.

Dessa vez quem se deu mal foi o Batman, que foi condenado a 13 anos e cinco meses de prisão por ter estuprado uma adolescente de 13 anos. O crime foi cometido no final de 2018. Valdemar Queiroz, 55 anos, se fantasia de Batman para eventos e festas infantis em Rio Branco, no Acre.


Ele, que já tinha passagem pela polícia, abordou a adolescente que voltava sozinha da escola para casa, e com o uso de uma faca obrigou a vítima a embarcar no carro dele e a levou para um motel, onde a estuprou. O crime bárbaro chocou a sociedade rio-branquense na época.

Como já estava preso preventivamente, Valdemar Queiroz continuará vendo o sol nascer quadrado, pois de acordo com a sentença publicada no Diário Oficial do Acre nesta quinta-feira, ele não terá direito a recorrer em liberdade. O advogado do Batman não quis comentar a condenação.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *