domingo, 18 de agosto de 2019

Cadê a polícia? Motoqueiros continuam infernizando a vida dos francisquenses

Em Mantena motoqueiro barulhento não tem vez

Barra de São Francisco, no Noroeste do Espírito Santo, é sem nenhuma sombra de dúvida a cidade mais barulhenta do Estado. Motoqueiros irresponsáveis incomodam todo mundo com suas motos barulhentas, muitos ainda fazem empinamento dos veículos e a polícia local finge que nada vê.

Que mora no centro da cidade sofre com o barulho infernal de motos e de carros com sons altos, em desrespeito à Resolução Contran nº 624/16, que em seu artigo 1º diz que a infração será aplicada ao condutor se o som do automóvel for audível no lado externo e se gerar perturbação ao sossego público.

Veículos com sons muito altos, conduzidos por pessoas desequilibradas, que deveriam ser banidas do convívio social, percorrem às avenidas da cidade durante a noite, incomodando todo mundo, principalmente crianças e idosos, os mais prejudicados com esse desrespeito que não é punido pela polícia.

Mas o que mais prejudica o cidadão francisquense são as motos barulhentas. Elas são tão irritantes, que muitos gostariam de poder derrubar o motoqueiro com um tiro de canhão. As reclamações, que são inúmeras, não encontram eco nas autoridades, que a tudo vê sem tomar quaisquer providências.


No caso dos motoqueiros, segundo várias reclamações, quando o policial é solicitado a tomar uma providência, vem com a resposta já manjada de que nada podem fazer, porque não existem pátios, que foram extintos por causa do deputado Enivaldo dos Anjos em virtude da CPI da Máfia do Guincho.

“Os policiais estão deixando de trabalhar e usando como desculpa a atuação do deputado, que tirou de circulação vários bandidos, muitos deles PMs reformados, que chefiavam uma máfia, penalizando os motoristas e motoqueiros que tinham seus veículos apreendidos”, disse José Antônio Lopes.

Ele acrescenta que Barra de São Francisco é a única cidade do Estado em que policiais fazem corpo mole para não autuar esses motoqueiros irregulares. “Em outras cidades o policial não dá trégua a esses malditos motoqueiros, que quando são pegos, têm que trocar o equipamento no meio da rua”.

“Esperamos que a polícia faça seu trabalho e puna esses irresponsáveis, sem ficar inventando história de que deputado acabou com pátios. Quem tem que construir pátio é o Estado, por meio do Detran. Vamos parar com essa preguiça e trabalhar. É para isso que pagamos eles”, finaliza José Antônio.

“A quantidade de babacas que acabam com o escapamento da moto achando que está chamando atenção não tem limites. E tudo isso acontece graças à ineficiência da polícia, que faz de conta que não vê o que está acontecendo”, afirma Afrânio Dias Cruz, concordando com José Antônio Lopes.





10 comentários:

  1. Romero Guize Daughtter18 de agosto de 2019 15:20

    A polícia francisquense nunca mais voltou a trabalhar depois da greve. Aqui era a cidade mais policiada do estado, mas depois da greve mal se ve carros de polícia passando pelas ruas

    ResponderExcluir
  2. Gervásio Nogueira18 de agosto de 2019 15:23

    Isso é uma vergonha. Nossa cidade virou barulho puro e não temos policia. Motos passam e quase explodem nossas cabeças de tanto barulho e não adianta pedir o apoio da policia preguiçosa de nossa cidade. Eles tem medo de enfrentar os motoqueiros.

    ResponderExcluir
  3. Maristela Saldanha Pereira18 de agosto de 2019 15:25

    Verdade eles colocam a culpa no Enivaldo, como se Enivaldo fosse responsável por Detran. Na verdade eles ficaram é com raiva porque o deputado acabou com a boca de vários pms reformados, que exploravam vergonhosamente a máfia do guincho no estado. Isso é represália e preguiça desses policiais.

    ResponderExcluir
  4. Carlos Alberto Teixeira18 de agosto de 2019 16:40

    Duvido que essa polícia política de BSF fassa alguma coisa. Eles estão em campanha a favor do Firmino. Até as eleiçoes vão fazer vista grossa de tudo.

    ResponderExcluir
  5. Polícia? Temos polícia em São Francisco? Desconheço

    ResponderExcluir
  6. Marlene Fonticely Guimarães18 de agosto de 2019 18:13

    Purque vcs num fala também das igrejas que fazem uma bagunça danada, parecendo que deus é surdo dos ouvidos? Ninguem aguenta essa crentaiada gritando sem parar. Tem uma igreja perto de minha casa que é um inferno.Uma gritaria danada. Coisa do demonio mesmo.

    ResponderExcluir
  7. Motoqueiro Fantasma18 de agosto de 2019 18:15

    Não vejo o que de errado nós fazemos. Vcs deviam cuidar de suas vidas e deixar a jente em paiz. A polícia é nossa amiga, cuidam da vida de vcs

    ResponderExcluir
  8. Paulo Roberto de Souza19 de agosto de 2019 05:08

    Num esperem nada dessa polícia até as eleições, pois eles estão protegendo a candidatura do Marcelo Firmino. O que eles puder evitar de agir para não perder votos, váo evitar. Isso é uma vergonha e um desrespeito a população, pois a polícia é paga com nossos impostos para proteger o cidadão e não para fazer politicagem

    ResponderExcluir
  9. Max Geraldo Pontual Gadelha20 de agosto de 2019 07:51

    Tenho que reconhecer que a nossa policia está muito politizada e isso é ruim para a sociedade. Policial deveria ser proibido de ser candidato a cargo eletivo, para evitar o que está acontecendo em nossa cidade, onde a polícia faz vistas grossas para quase tudo, para evitar perder votos para o candidato da corporação. Esquecem que o compromisso é com a socieddade, que paga seus salários.

    ResponderExcluir
  10. Ademir José de Oliveira22 de agosto de 2019 13:56

    Tem um policial militar que anda com uma moto barulhenta pela cidade e ninguém faz nada. O exemplo tem que começar de casa e ele tem que ser punido. Ninguém aguenta essa bagunça na cidade. Parabéns ao Jornal Capixaba por ter coragem de abordar o assunto.

    ResponderExcluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *