terça-feira, 27 de agosto de 2019

É o apocalipse. Padre é preso por estuprar e manter rapaz em cárcere privado

Padre Marco Aurélio está à disposição da justiça

O padre Marco Aurélio Costa da Silva, foi preso na noite de segunda-feira, 26, acusado de ter abusado sexualmente e mantido em cárcere privado um rapaz de 18 anos, depois de o convencer a ir para Tocantins sob a falsa promessa de indica-lo a um seminário.

Este mesmo padre já tinha sido preso em 2015 por mostrar pornografia para um adolescente. Dessa vez, segundo apuração da polícia, ele trouxe o jovem de Pernambuco e o deixou preso dentro de seu apartamento desde a quinta-feira, 22.

Para sorte do rapaz, cuja identidade está sendo mantida em sigilo, o padre esqueceu a chave na porta da casa e ele conseguiu fugir e ir até a Delegacia de Polícia, onde denunciou o caso, utilizando as várias mensagens de Whatsapp como provas.


Encaminhado à Delegacia de Polícia, o padre Marco Aurélio foi autuado em flagrante pelos crimes de estupro e tráfico de pessoas. Ato contínuo, o sacerdote foi conduzido à Casa de Prisão Provisória de Palmas, onde permanecerá à disposição da justiça.

Diante da prisão do padre, a Diocese de Porto Nacional disse que ele está suspenso da Ordem desde julho de 2018, aguardando o cumprimento da sentença. O órgão repudiou “tipos de atos que viole a integridade humana” e se colocou à disposição a vítima.
                             



                                                                         

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *