sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Cachorros e animais de grande porte disputam espaço com cidadãos em Mantena

Cavalos e cães disputam espaço com humanos (Foto: Rogerinho)

Quem chega a Mantena, no Leste de Minas Gerais, vindo de Barra de São Francisco/ES, é “cerimoniosamente” recebido por cavalos e éguas que perambulam pela cidade, trazendo transtornos para transeuntes, comerciantes e principalmente para motoristas que transitam pelas ruas da cidade;

Os animais se multiplicam sem que a administração mantenense tome providências práticas. São tantos animais pela cidade, que chegam a disputar espaço com os moradores. Entretanto, mesmo assim o prefeito João Rufino até o momento não moveu uma palha para solucionar o problema.

Quem mora em Mantena ou visita a cidade já se acostumou a ver animais pelas ruas, cruzando avenidas, deitados nas praças, fuçando tambores de lixo, de pé na porta de igrejas e até tentando penetrar na Câmara Municipal. Moradores estão dizendo entre amigos, que Mantena virou um estábulo gigante.


“Esses animais à solta pelas ruas são um perigo. Podem provocar danos a uma criança, machucar adultos e até provocar acidentes automobilísticos, conforme já ocorreu em outras ocasiões”, comenta a cozinheira Maria Alzira de Jesus, acrescentando que o prefeito João Rufino é incapacitado para a função.

Hora do almoço (Foto: Rogerinho do Mantena Oline)
Mas não são apenas cavalos e éguas pelas ruas da cidade. Existem também as dezenas, e talvez centenas, de cachorros espalhados pelas ruas, colocando em risco a vida das pessoas, em virtude de serem hospedeiros e transmissores de várias doenças que podem até tirar a vida de um humano adulto.

“E olha que a criação de um Canil Municipal caso fosse eleito, foi uma promessa de campanha inclusive registrada no Cartório Eleitoral. Mas tudo não passou de uma artimanha para enganar eleitor trouxa, inclusive eu, pois depois de eleito nem lembra de tal promessa”, enfatiza Romeu Antunes Veiga.

Os que se sentem prejudicados pelo acúmulo de animais pelas ruas e avenidas continuam reclamando e tendo que dividir seu espaço com cachorros e animais de grandes portes. O prefeito finge não ver o que acontece, enquanto os animais formam a comissão de boas vindas da cidade a quem visita Mantena.


Um comentário:

  1. Enquanto as éguas e os cavalos ficam pelas ruas, o jegue fica no gabinete despachando.

    ResponderExcluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *