quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Motoristas reclamam de excesso de multas aplicadas nas portas de hospitais

Local para estacionamento é mínimo nos hospitais (Foto: Mazinho)

Aumenta a reclamação contra a Polícia Militar, por parte de pessoas que precisam levar seus parentes aos hospitais locais. O motivo da bronca é o fato de alguns policiais ficarem na espreita nas proximidades para multar quem dá uma paradinha para retirar o parente de dentro do veículo.

“Acho essa atitude da polícia uma covardia, pois tanto na Casa de Saúde Santa Mônica, como no Hospital Dr. Alceu Melgaço, não existem estacionamentos e a rua é muito estreita”, reclamou Aloísio Gomes de Souza, que recentemente teve um amigo multado na porta do hospital.

De acordo com os reclamantes, geralmente são dois policiais que praticamente fazem plantão nas proximidades, com o objetivo único de multar. “O negócio deles é aumentar a renda do governo, incentivando a indústria de multas que se tornou o Espírito Santo. Uma vergonha”, salienta Renato Cruz.


Na opinião de Adão Carvalho, “a polícia ao invés de ficar de tocaia para multar quem vai levar pessoas doentes aos hospitais, deveria era punir esses motoqueiros barulhentos que irritam todo mundo e fica por isso mesmo”. Ele aproveita para lembrar que quase não se vê mais polícias pelas ruas.

“Antigamente a gente tinha orgulho de Barra de São Francisco, que era considerada uma das cidades mais policiadas do Espírito Santo. Hoje, se precisar de um policial para remédio no Centro da cidade, você morre por falta. E o que é pior, estão fechando destacamentos”, reclama Adão.

Adão lembrou que está próximo o final do ano e nessa época geralmente os poucos policiais existentes são retirados da cidade e enviados para os litorais, deixando a população praticamente desprotegida. “Todo ano isso acontece. Os policiais são enviados para as praias e ficamos desprotegidos”, finaliza.



2 comentários:

  1. Daniel de Oliveira Neto20 de setembro de 2019 13:31

    Parabéns pela matéria de grande importância para a coletividade. O Supermercado Cardoso transformou parte da avenida em estacionamento privativo, inclusive guardando vagas com caixotes e a polícia, que é tão zelosa (sqn) faz de conta que não vê. Passa pelo local todo dia, tem conhecimento dessa irregularidade e se omite. Para a polícia local é mais fácil multar uma pessoa que está salvando a vida de seus familiares, que multar um supermercado usurpador de espaço público.

    ResponderExcluir
  2. Jefferson Gonçalves Nunes20 de setembro de 2019 13:34

    Não dá para entender essa polícia de bsf, ao invés de ir atrás de bandidos, prender esses malditos motoqueiros que infernizam a vida das pessoas, prefere ficar perseguindo quem vai para o hospital. Pouca vergonha isso. Socorro, Chapolim.

    ResponderExcluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *